Cuidados com cachoeiras em Gonçalves

16:21


Eu adoro viajar, e como já mencionei em outros posts, é sempre bom se informar um pouco sobre o local a se conhecer antes de visitá-lo. Hoje tratei algumas dicas super importantes para quem deseja visitar cachoeiras e também sobre essa região incrível de Minas Gerais.  

Grande polo turístico em desenvolvimento, a cidade de Gonçalves, no sul de Minas Gerais e em plena Serra da Mantiqueira, se destaca pelos pontos que chegam a quase 1.500 metros de altitude e direcionam os visitantes a vistas realmente extraordinárias. De toda a área verde, os atrativos que mais se destacam pela região são as cachoeiras, sendo que as mais indicadas incluem a do Retiro, do Simão, dos Henriques e das Andorinhas.

Mas, como em todos os passeios pelas quedas d’água, vale lembrar que são necessários alguns cuidados, principalmente para não se perder na trilha, correr algum risco de se machucar ou chegar muito próximo com crianças quando as águas são fundas, o que torna importante saber exatamente a profundidade de cada uma antes de partir para um mergulho. A seguir, alguns cuidados específicos para as principais cachoeiras de Gonçalves.


A cachoeira do Retiro, por exemplo, está a 3 km do centro e é uma das mais belas, de águas cristalinas, mas também das mais frias. Neste caso, a queda d’água é boa inclusive para crianças e pessoas que não sabem nadar, já que o poço não oferece risco, porém, para chegar até ela, apesar do acesso ser fácil, é recomendado o acompanhamento de um guia. Aproveite para após o passeio não deixar o lixo nos arredores da cachoeira e mantê-la preservada.

Para chegar aos 10 metros de altura da Cachoeira do Cruzeiro, um guia também pode recomendar o melhor caminho, já que não há trilha demarcada, além dos melhores e mais seguros pontos para banho. Próxima a ela está a Cachoeira do Simão, a 6 km e ótima para uma parada para o lanche. Quando visitar uma cachoeira, lembre-se que é bom evitá-las após períodos longos de chuva, e que as pedras podem machucar e fazer escorregar, portanto, apesar da diversão, a atenção redobrada é sempre essencial.


Não dá para falar de cachoeira sem citar a famosa Sete Quedas, que começa nos 7 metros de altura e é seguida por quedas maiores que desaguam em poços para banhistas. De toda forma, é preciso sempre cuidado com a correnteza, hein? Ah, e esta, por estar em propriedade particular, é aberta para visitação apenas aos sábados, domingos e feriados.


Apesar de bela e visitada, a Cachoeira das Andorinhas, que possui grande volume de água e duas quedas, é um pouco mais arriscada, inclusive pelas águas que passam pelo município. Já a dos Henriques, é mais uma bem indicada e de fácil acesso pela estrada, formada por várias quedas, com uma piscina natural para banho. Podem parecer dicas óbvias, mas não se esqueça da roupa de banho, água e protetor solar! Itens verificados, é hora de se divertir!


Para maiores informações sobre pousadas em Gonçalves acesse: roteirodeturismo.com.br

E aí, gostaram das dicas? Ficaram com vontade de conhecer algumas dessas cachoeiras? Contem nos comentários, vou adorar saber. Beijos e até o próximo post! 

  • Share:

You Might Also Like

5 Comentários

  1. Ameii o post ele foi super criativo porque em quanto o leitor ler parece que a gente está na cachoeira rsrs e meio que uma viagem virtual beijos do blog primaveeraa.blogspot.com

    ResponderExcluir