Resenha: Livro - Para onde ela foi

09:00

Recentemente fiz um post falando sobre alguns dos livros que pretendo ler durante o ano e comentei que faria resenhas sobre eles. A minha primeira leitura de 2016 foi Para onde ela foi, e eu gostei muito. Como já havia feito a resenha do livro Se Eu Ficar, achei que seria legal resenhar sua continuação também, mesmo que não seja um lançamento. Afinal, sempre tem alguém atrasado como eu que não leu ainda hahahah.
Autora: Gayle Formam | Editora: Novo Conceito | Páginas: 219
Sinopse: "Se você tivesse uma segunda chance para o primeiro amor... Você aceitaria? Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre. Vivendo agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Juilliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada-celebridade. Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce."
OBS: Essa resenha não contém spoilers, mas contém informações sobre o primeiro livro.
A história é contada segundo a visão de Adam (namorado de Mia) e mostra o que aconteceu após o acidente e como sua vida ficou depois de tudo. Por algum motivo (que você saberá no final) Mia e Adam não estão mais juntos. Três anos se passaram e Adam se tornou um astro do Rock, mas sua vida não é aquilo que ele imaginou que seria. Até que em uma noite, na cidade de Nova York, eles se reencontram e é aí que o enredo se torna mais emocionante.

O livro explora muito as emoções do personagem, como o amor, a perda, seu sucesso repentino e como lida com tudo isso. É um livro calmo, ou seja, sem muitas ações e reviravoltas. É romântico e bonito, mas ao mesmo tempo é bem realista, e em alguns momentos triste. A cada capítulo você se torna mais envolvido com tudo. Ele tem uma pegada um pouco diferente do primeiro, e apesar de eu ter gostado dos dois, gostei mais desse segundo.

Ele é contato em duas ordens cronológicas, e são revezadas entre um capítulo e outro. Em um você está no presente (três anos depois do acidente), e em outro é interrompido por flashbacks do passado, sobre o que aconteceu logo após Mia acordar do coma. Isso é bom de certa forma porque a leitura não se torna tão cansativa, o lado ruim é que muitas vezes eu ficava ansiosa para ler a outra parte. Sempre queria ler mais e mais para saber o que iria acontecer no capítulo seguinte.

Os dois livros são muito bons e eu recomendo a leitura para quem gosta de livros assim profundos. Para quem ainda não sabe Se eu Ficar já virou filme, e também é lindo. Quero MUITO que façam a continuação, com certeza seria mais bonito ainda. 

Não se esqueçam de me contar o que acharam da resenha nos comentários, assim continuarei fazendo. Beijos e até o próximo post.

  • Share:

You Might Also Like

0 Comentários